Capacitação

Em outubro, acontecerá uma capacitação presencial e gratuita sobre Marketing Digital, com vagas 8️⃣0️⃣ disponíveis.

Durante o encontro serão abordados os principais conceitos do marketing digital, quais ferramentas gratuitas 🛠️ existem e como construir um planejamento.

A capacitação é realizada pelo Sebrae Aqui que atua junto à Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Administração Municipal, em parceria com a Acip (Associação Comercial e Industrial de Paulínia).

⚠️ Serviço

Capacitação sobre Marketing Digital
Quando: Terça-feira, 5 de outubro – Das 19h às 21h
Inscrições: https://bit.ly/mktdigitalpln
Local: Rua Maria das Dores Leal de Queiroz, 398 – Jardim Calegaris
Informações ☎️: 19 3874 5669

CPFL atende pedido da ACIP e mantém energia no comércio

Associação fez um ofício à empresa para suspender manutenção na rede elétrica na última sexta-feira

A CPFL atendeu a uma solicitação da Associação Comercial e Industrial de Paulínia (ACIP) e mudou a data da manutenção na rede da Av. José Paulino. Inicialmente, a previsão era de que os reparos ocorreriam na sexta-feira (10), conforme comunicado enviado aos comerciantes. A nova data será divulgada.

De acordo com o ofício, a suspensão da energia geraria transtornos e perdas aos comerciantes. A ACIP agradeceu à CPFL pela compreensão e apoio neste momento delicado de retomada do comércio após quase dois anos de instabilidade e incertezas. “Agradeço a coerência e empatia da companhia para com o comércio, que vê na retomada da economia uma esperança de se livrar dos fantasmas da crise comercial e enfraquecimento do mercado”, afirmou o presidente da ACIP, Junior Machado.

Essa foi a segunda vez que a CPFL atendeu a uma solicitação da ACIP para remarcar a manutenção da rede elétrica.

Fonte: Jornal Tribuna Paulínia
CPFL atende pedido da ACIP e mantém energia no comércio – tribunapaulinia.com.br

Clube de Vantagens do Servidor

⚠️ Atenção Empresário Paulinense ❗

Para aquecer a economia a Prefeitura de Paulínia lançou o Clube de Vantagens do Servidor 🛍️

Como funciona?

Você cadastra sua empresa pelo Formulário abaixo ofertando o desconto que desejar aos cerca de 6 mil servidores municipais.

➡️ Link: https://forms.gle/XUBQc1TAB5yB48mo7

Depois irá receber um SELO para expor em seu comércio, para informar ao servidor que ele tem benefícios 💲em comprar na sua loja.

Participe desta iniciativa que tem o apoio da ACIP❗

Mais informações ☎️ : 19 3874 5644

3º Festival Gastronômico de Paulínia

Com apoio da Administração Municipal e do Sebrae, acontecerá em setembro o 3️⃣º Festival Gastronômico de Paulínia nos formatos delivery 🛵 e presencial, organizado pela Associação Comercial e Industrial de Paulínia (ACIP).

O evento visa o fomento da economia e a valorização da gastronomia paulinense.

Qualquer comércio que atue no setor poderá participar.

Os interessados devem se inscrever através do formulário:

➡️ https://forms.gle/iJRUXtZvt6xWGUkK9

Todos os participantes terão acesso a treinamentos 👨🏼‍🏫 promovidos pelo Sebrae.

Neste ano o evento deverá ter 2️⃣0️⃣ dias de duração e a organização espera atingir o número mínimo de 30 participantes. Na edição passada 21 estabelecimentos aderiram ao Festival.

Mais informações:
☎️ Telefone (19) 3933-2133
📱Whatsapp (19) 99934-2353
✉️ E-mail: gerencia@acipaulinia.com.br

O impacto da Lei Geral de Proteção de Dados

Em 20 de setembro de 2020, entrou em vigor a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados que veio para mudar a forma como as empresas tratam os “dados pessoais” de clientes e colaboradores.

A Lei 13.709/2018 possui regras claras e concisas sobre os conceitos tratados, tornando-a bem didática do ponto de vista jurídico; traz também regras sobre o armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais.

O que tem preocupado muito são as penalidades pelo não cumprimento da norma, cujas multas podem variar de 2% do faturamento da pessoa jurídica até R$ 50.000.000,00 (cinquenta milhões de reais), nesse sentido, todo cuidado é pouco na administração e tratamento de dados pessoais tanto de clientes como de colaboradores.

Mas quem fiscalizará as condutas das empresas?

A Lei prevê que o órgão responsável pela fiscalização e regulação da LGPD ficará por conta da Autoridade Nacional de Proteção de Dados – ANPD – e vai atuar como um órgão a serviço do cidadão, mas também, das empresas, visto que seu objetivo principal é orientar e advertir, preventivamente.

Como saber se a Lei impacta meu negócio?

Todas as empresas que possuem colaboradores e clientes (consumidores, pessoa física) estão incluídos nessa legislação e precisam adequar seu negócio a essa nova realidade.

Como?

Os principais pontos a serem analisados, quando o assunto são LGPD

1) Identificar quais dados são utilizados pela empresa;
2) Existe um armazenamento de tais dados?
3) Esse sistema de armazenamento é físico ou digital?
4) Como ocorre o descarte dos dados?

Outro ponto importante, é o consentimento, conceito muito explorado pela Lei, que é a autorização, mais que isso é a manifestação inequívoca do titular dos dados de que concorda com seu uso e tratamento para um fim específico. Essa autorização deverá ser
por escrito ou por outro meio que demonstre a manifestação do titular.

Mas afinal, qual a diferença de dados pessoais e dados sensíveis?

A própria lei traz essas conceituações, sendo que dados pessoais são todos os dados que identifique a pessoa, considerando para tanto, nome, sobrenome, números de documentos, número de telefone etc.

Já os dados pessoais sensíveis são de origem racial ou étnica, religião, opinião política, filiação, sindicato, dado referente à saúde, vida sexual, dado genético ou biométrico, todos relacionados a pessoa natural.

A principal preocupação dos empresários deve ser os clientes pessoas físicas e seus colaboradores. Assim, muito cuidado quando pedir os dados dos clientes, e mais cuidado ainda, quando for dar tratamento aos dados, ou seja, local de armazenamento, compartilhamento e até sua exclusão deve ser cuidadosa, com o objetivo e de evitar qualquer vazamento e compartilhamento desses dados.

Por fim, é bom lembrar, que segundo o artigo 65, I-A da Lei Geral de Proteção de Dados, as penalidades começarão a ser aplicadas a partir de 01 de agosto de 2021. Assim, procurem um profissional de confiança e corram com as adequações necessárias, pois muito mais que a mera imposição de uma lei, trata-se de uma mudança de postura perante os dados pessoais.

Regiane Lima de Abreu
Advogada

SEBRAE Delas

Com apoio da ACIP – Associação Comercial e Industrial de Paulínia e Prefeitura Municipal de Paulínia, SEBRAE realiza o programa SEBRAE DELAS
👩🏻‍🦱👩🏻‍🦳👱🏼‍♀️👩🏾‍🦱👩🏼‍🦰👩🏻

Tendo como objetivo:
✅ promover o empreendedorismo feminino;
✅ despertar o autoconhecimento;
✅ gerar networking;
✅ aumentar a competitividade dos negócios liderados por mulheres;
✅ facilitar acesso ao mercado e o crédito orientado.

🗓 Confira a agenda da Edição de Julho/21.

⏰ Ações on-line sempre das 19h às 21h.

📍 12/07 – Live Descubra-se – Inteligência Emocional
📍 13/07 – Empreendedorismo e Formalização
📍 14/07 – Ideia de negocio e Finanças
📍 15/07 – Marketing
📍 16/07 – Live de Encerramento: “Dicas para a saúde do seu Negócio”

⚠️ Inscrições gratuitas pelo Sympla:
http://bit.ly/delasjulho21

💬 Participe e venha fazer parte dessa rede de mulheres fortes e preparadas para o mercado!

Associações Comerciais farão parte do processo de retomada econômica

As Associações Comerciais vão participar do processo de retomada econômica e da geração de emprego no País. Isso porque o vice-presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e deputado federal, Marco Bertaiolli, foi escolhido pela Câmara Federal para ser o relator da Medida Provisória (MP) nº 1040/2021, considerada uma das principais iniciativas do Governo Federal para acelerar a recuperação da economia e gerar mais empregos, principalmente neste momento de dificuldades que o Brasil enfrenta por conta da pandemia da Covid-19.

“Esta é mais uma chance de colocar o Brasil dentre as melhores economias do mundo, desburocratizando a abertura de empresas e fomentando novos negócios dentro e fora do País”, afirma o vice-presidente da Facesp. “As Associações Comerciais são as legítimas representantes da classe que mais gera emprego, que são as micro e pequenas empresas, e, por isso, são elas que nos ajudaram a definir as ações necessárias para mudar o atual cenário”, explicou Bertaiolli, que também é vice-presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados.

Na avaliação da Federação, a indicação de um representante da Facesp para tal posto se apresenta como uma grande oportunidade de debater e encontrar soluções para o excesso de burocracias que são apresentadas quando um empreendedor resolve abrir um negócio. Bertaiolli irá realizar reuniões com as Associações Comerciais para ouvir as demandas que poderão contribuir com a MP e, consequentemente, com a retomada.

“Vencer estas barreiras burocráticas fará com que países desenvolvidos se sintam mais estimulados em investir no Brasil”, disse o VP da Facesp, que também é o presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Associações Comerciais do Brasil.

SUBINDO NO RANKING

Com a redução de burocracias no ambiente de negócios, o Brasil poderá ter um desempenho melhor no ranking Doing Business, um dos indicadores globais medidos pelo Banco Mundial, no qual o país ocupa a 124ª posição.

O ranking, que é um dos principais parâmetros internacionais para avaliar a facilidade de realizar negócios de um país, mostra como ainda precisamos avançar economicamente. Com a Medida Provisória, o Governo Federal tem a expectativa de fazer com que o Brasil avance, em média, 15 a 20 posições e, assim, atraia mais investimentos estrangeiros.

ACIP protocola ofício para liberar drive-thru no comércio de Paulínia

Documento será analisado pela Administração Municipal

A Associação Comercial e Industrial de Paulínia (ACIP) protocolou na quinta-feira (8) um ofício na Prefeitura de Paulínia para solicitar a autorização em caráter temporário e excepcional até as 18h, a utilização das vagas de estacionamento das vias públicas municipais para que os comerciantes possam transformar a frente dos estabelecimentos ou lojas em pontos de drive-thru para entrega e retirada de mercadorias.

De acordo com o documento, o atendimento deve ser realizado exclusivamente com o cliente dentro do veículo e mediante solicitação por telefone, WhatsApp ou outros meios de comunicação à distância.

“Tal fato já ocorre com sucesso em outros municípios inclusive através de decreto municipal, obedecendo regras e respeitando as recomendações sanitárias”, explica no ofício o presidente da ACIP, Junior Machado.

Paulínia, assim como os demais municípios paulistas, está na Fase Vermelha Emergencial do Plano São Paulo determinada pelo Governo do Estado. Nessa etapa, que conta com regras mais restritivas, inclusive toque de recolher das 20h às 5h em todo o Estado. A partir de segunda-feira (12), todo estado volta para a fase vermelha, de acordo com anuncio feito nesta sexta-feira (9) pelo Governo de São Paulo.

No intuito de preservar as atividades econômicas, buscando ajudar os associados e comerciantes em geral, a ACIP elaborou uma cartilha com detalhes da liberação do drive-thru. O documento será analisado pelo prefeito Du Cazellato.

Cartilha

Como fazer a operação do drive thru e do delivery?

  • Podem utilizar vagas de estacionamento na via pública de maneira compartilhada entre si;
  • Não poderá montar o “drive thru” em trechos onde é proibido o estacionamento;
  • Pode ocupar a vaga defronte ao seu estabelecimento ou na mesma quadra;
  • 1 (um) colaborador da empresa deverá organizar o fluxo de veículos, evitando a formação de fila na via;
  • Proibida a parada em fila dupla;
  • Se o estabelecimento estiver localizado em trechos com proibição de estacionamento deverá montar o “drive thru” nas ruas perpendiculares ou em quarteirão próximo;
  • Se o estabelecimento possuir estacionamento próprio ou terceirizado deverá utilizá-lo;
  • É proibido o atendimento do cliente fora do veículo;
  • Proibida a utilização de vagas de uso especial (idosos, deficientes, farmácia) e aos pontos de embarque e desembarque de ônibus;
  • É importante que o “drive thru” ocorra da maneira mais organizada possível; caso ocasione problemas com o tráfego o Poder Público poderá suspender ou proibir o serviço;
  • Proibido o acesso de clientes ao interior dos estabelecimentos;
  • Os pedidos deverão ser feitos online ou por telefone;
  • Estabelecimentos deverão instalar aviso na porta com o número de telefone e meios de comunicação virtual;
  • Normas de conduta: atender 1 cliente por vez; disponibilizar álcool gel em 70% para manuseio das maquinas de cartões; cliente não poderá sair do veículo em nenhuma hipótese; realizar a entrega dos produtos o mais rápido possível; garantir circulação segura de pedestres e fluidez do tráfego da via pública; proibido o estacionamento sobre a calçada; higienizar produtos e embalagens antes da entrega.
  • Colaboradores: máximo de 1 colaborador a cada 10 m² e deverão estar usando máscara facial obrigatoriamente;
  • Imprimir as medidas sanitárias disponibilizadas pelo Poder Público para que fique a vista de todos os colaboradores;
  • Treinar os colaboradores em relação às medidas sanitárias;
  • Dar preferência para pagamento “online” ou cartões de débito ou crédito;
  • Monitorar colaboradores: checar temperatura corporal, sinais de gripe, coriza, tosse ou fadiga. Em caso de qualquer sintoma o colaborador deverá ser afastado.